terça-feira, 22 de julho de 2014

DIAS DOS PAIS NA UPA



Neste ano a comemoração do dia dos pais será mais cedo! Sábado, dia 02 de agosto, a UPA vai promover aquele tradicional churrasco com as famílias na AABB. Lembrando que o desafio pais x filhos no futebol está mantido, e este ano teremos o desempate. Reserve já essa data!

quarta-feira, 18 de junho de 2014

O QUE O FUTEBOL PODE NOS ENSINAR SOBRE A VIDA?



 
Por Jean Francesco
Não é verdade que a nossa vida funciona quase o tempo todo nas "quatro linhas"? Corremos muito e às vezes tiramos pedaços do gramado. Descuidamos de estratégias básicas do jogo e levamos goleadas dos adversários. No entanto, em muitos momentos a bola é cruzada, matamos ela no peito e jogamos a bola para dentro das redes. As metáforas de um jogo de futebol parecem muito com as realidades diárias da vida. Compartilho com vocês algumas coisas que o futebol está me ensinando para jogar a partida da vida.
1. RAÇA NA DEFESA.
Com certeza você já ouviu falar de jogadores que jogam com “raça”. Geralmente são aqueles que “dão o sangue” do início ao fim de uma partida de futebol. São zagueiros que rasgam tudo e não deixam o atacante invadir a grande ou pequena área. Na vida precisamos aprender a ser zagueiros "raçudos" o tempo todo. Proteger o nosso próprio gol, pois contingências e circunstâncias contrárias tentam nos vencer e nos jogar para escanteio. E no meio de tudo isso, Deus, o nosso Técnico por excelência, nos dá estratégias para fecharmos o gol.
É preciso muita raça para ser gente. É preciso vestir a camisa e marcar com firmeza nossos adversários. Jogue duro contra os seus erros. Cabeceie seus medos para longe da pequena área. Dê um carinho preciso naquilo que te impede de avançar. Viver bem só é possível quando ao levarmos pancadas aprendermos a continuar de pé. Quem não está preparado para apanhar da vida, não pode jogar o jogo até o fim.
2. ENTROSAMENTO NO MEIO DE CAMPO.
A bola precisa sair da zaga e chegar até o meio de campo. Um bom time de futebol precisa ter um bom domínio de bola no meio de campo. O passe, a comunicação entre os jogadores e a criatividade para chegar até o gol depende disso. E para ter um bom meio de campo é necessário um time bem entrosado. Esse é o segredo dos times grandes. O nosso Técnico, além de zagueiros, procura jogadores bem entrosados no meio de campo.
Na vida a gente nunca joga o jogo sozinho. Tentar ser um "Neymar" na realidade é como jogar 11x1 (onze contra um). Precisamos de pessoas que nos ajudem a chegar até o gol. Precisamos reconhecer que no jogo real não somos tão habilidosos assim. Caímos bastante, nosso fôlego vai embora, o placar às vezes não ajuda. Contudo, Deus sempre escala jogadores-amigos que nos oferecem amor, cuidado, suor, risos e lágrimas. Precisamos de pessoas. Precisamos de um time para jogar. Se temos um Técnico precisamos nos entrosar com o seu time. Quem na vida tenta jogar sozinho deixa o gol vazio e leva goleada.
3. BOLA NA REDE.
Depois de entrosados no meio de campo o gol fica cada vez mais próximo. Não existe jogo de futebol sem que haja vontade de golear o adversário. A alvo de uma partida de futebol é levar a bola até a rede. Da mesma forma, não faz sentido viver a realidade sem alvos, propósitos e sonhos. Quem não tem alvos na vida não sabe o que fazer com a bola, por isso, se perde no meio de campo e consequentemente perde o jogo. Nosso alvo nesta vida é fazer valer a pena o jogo que o nosso Técnico nos deu para jogar. Ele é o dono da bola, o dono dos jogadores, e dono da vida.
Há 2 mil anos atrás ele fez um craque entrar em nosso jogo e transformou as nossas vidas para sempre. Antes da sua escalação, todos nós estávamos perdidos e sem saber o que fazer com a bola, mas ele, Jesus, entrou no estádio, pegou a bola, driblou os inimigos, entrou na pequena área e fez um golaço em nossa história. Jesus nos venceu de braços abertos pelo seu amor na cruz. Por isso, o nosso desafio na vida é levar o craque que marcou o gol em nosso jogo para a vida de outras pessoas. Nós precisamos levar essa vitória para que outras vidas sejam alcançadas e goleadas pela graça de Jesus Cristo.
O futebol é realmente fantástico, mas zaga, meio de campo e ataque não é tudo no jogo. No final das contas, descobri que na vida o nosso Técnico orienta que o nosso maior inimigo somos nós mesmos. Somos especialistas em fazer gols contra o nosso próprio time. Não adianta treinar duro para jogar uma partida sem propósito, sem um Técnico. Sem ele o nosso jogo da vida será apenas um treino. Minha vida não terá sentido, nem a sua. Deus já tem os seus convocados e o jogo já começou. De que lado do campo você está? #Vida #Jogo #Futebol

Por Jean Francesco
Conheça mais reflexões do pastor Jean através do seu Blog @jeanfrancesco

quarta-feira, 4 de junho de 2014

REUNIÃO DA UPA + SOM



A reunião da UPA no próximo sábado será bem diferente. Será às 15hs no gramado ao lado do prédio do Agros/UFV, com música, oração e mensagem trazida pelo pastor Marcos Napoli. Logo após o nosso momento devocional iremos para as ‘Quatro Pilastras’, aonde assistiremos o show de Liz Valente + banda, no evento promovido pela TV Viçosa. Imperdível!


Sábado (07/06) vai rolar música nas 4 pilastras!
Haverá um palco montado no gramado, aberto a todos, serão 3 bandas para comemorar o aniversário da TV Viçosa. É só aparecer!

domingo, 1 de junho de 2014

Breve relato do acampamento da UPA 2014



Entre os dias 22 e 25 de maio, ocorreu mais uma acampamento da UPA. Dessa vez o tema foi ‘Senta que lá vem a história...’, no qual estudamos as parábolas de Jesus acerca do reino de Deus, por meio de devocionais individuais, discussões em grupo e palestras animadas e inspiradas com Paulinho e o pastor Jony. Ao todo foram 49 adolescentes, sendo que muitos desses eram visitantes na UPA. Mas tivemos também muito tempo pra fazer amizades, brincar nas gincanas e piscina, jogar bola, e o maneiríssimo jogo ‘a fuga de Alcatraz’. A galera também mostrou seu talento na festa à fantasia interpretando vários personagens bíblicos, e deu um show no sarau, com muita música, dança e interpretação.
 
Não poderíamos deixar de mencionar a comida, que foi uma delícia. E para isso contamos com a ajuda de 12 pais (na maioria, mães) que se revezaram para matar a fome dessa turma grande. E também tivemos 4 jovens que ficaram por conta dos adolescentes no acamps.

Deus nos abençoou muito, com um tempo bom e completo, não faltou nada. O lugar era muito agradável, os recursos foram suficientes, a Palavra de Deus foi pregada e houve festa no céu!

Por fim, não poderia deixar de mencionar o trabalho árduo da diretoria da UPA que não foi em vão e muito bem recompensado com essas excelentes recordações.


domingo, 25 de maio de 2014

Parábola do grão de mostarda



Devocional III
Domingo – 25/05/2014
Acampamento da UPA 2014 - Senta que lá vem a história




Texto base: Marcos 4:30-32
 “Jesus continuou: — Com o que podemos comparar o Reino de Deus? Que parábola podemos usar para isso? Ele é como uma semente de mostarda, que é a menor de todas as sementes. Mas, depois de semeada, cresce muito até ficar a maior de todas as plantas. E os seus ramos são tão grandes, que os passarinhos fazem ninhos entre as suas folhas.”
Ouvir e orar
O que a palavra de Deus falou ao seu coração?


Para ler e pensar
Para obter-se um grama de semente de mostarda, são necessárias algumas centenas desta semente. Uma vez plantada, ao alcançar sua plenitude, esta hortaliça pode atingir até 3 metros de altura. Jesus utiliza-se desta imagem cotidiana para ilustrar o desenvolvimento do reino de Deus.
O contraste entre o tamanho da semente e o tamanho da planta, faz-se relação com a pregação do evangelho, mostra o progresso do evangelho, que para um início tímido em relação à quantidade de adeptos teve um fim grandioso. Estipula-se que 2 bilhões de pessoas no mundo se denominam cristãs.
Jesus utiliza-se desta parábola para mostrar como as boas novas do reino de Deus haveria de alcançar todo o mundo, o que de fato aconteceu e poucos lugares/culturas ainda não ouviram está maravilhosa notícia de redenção.
Além de ouvir a boa notícia, muitas pessoas, de diferentes culturas e épocas, têm encontrado abrigo neste reino de paz, justiça e amor. Assim como os passarinhos fazem ninhos no seu ramo, da mesma forma o pecador arrependido encontra vida em abundância no reino de Deus, através da obra redentora de Jesus Cristo no espaço, no tempo e na história.
Mas a parábola fala também da obra de Deus em nossa vida, o progresso da vida cristã. Um pequeno começo no coração do homem, que a luz da revelação de Cristo, arrepende-se dos seus pecados e submete-se ao governo de Jesus, e que gradativamente influência todo o seu ser/caráter, ao ponto de fazer deste outrora perdido pecador, cada vez mais parecido com seu Mestre.
Agora, além de abrigo, este homem regenerado desenvolve uma função neste reino de Deus. Como os ramos desta hortaliça, o cidadão do Reino tem a função de servir de abrigo aos passarinhos. Outrora separado de Deus, agora este cristão recebe o título de embaixador de Cristo, com a missão de reconciliar o mundo a Deus através da pregação do Evangelho. Ver II Coríntios 5:17-21.

Perguntas para pensar e depois discutir em grupo
Deus não tem grandes expectativas quanto a sua vida, mas tem grandes planos para ela. Você acha essa frase falsa, verdadeira ou sem sentido? Explique melhor.


A parábola nos lembra dos começos humildes, que não devemos desprezá-los. Que compromisso você está assumindo com Jesus nesse acampamento e pretende levar a sério daqui pra frente?


Como você poderia ser um instrumento para expressar o reino de Deus às pessoas ao seu redor?



Por Pedro Paulo Valente
Blog do Pedro