quarta-feira, 30 de março de 2011

Educação na pós-modernidade

Quino, autor da Mafalda, desiludido com o rumo deste século no tocante a valores e educação, deixou no cartoon (abaixo) o seu sentimento.
A genialidade do artista faz uma das melhores críticas sobre a criação e educação de filhos nos tempos atuais.








segunda-feira, 28 de março de 2011

É crescente o número de conversões falsas entre adolescentes cristãos


Se você é pai ou mãe de um adolescente cristão, Kenda Creasy Dean faz um alerta: seu filho está seguindo uma forma mutante de cristianismo e você pode ser o responsável.

Dean afirma que cada vez mais adolescentes estão adotando o que ela chama de “deísmo moralista-terapêutico”. Tradução: uma fé enfraquecida que mostra Deus como um “terapeuta divino”, cujo principal objetivo é aumentar a auto-estima das pessoas.

Dean é pastora, professora do Seminário Teológico de Princeton e autora de Almost Christian, [Quase cristão]. Seu livro argumenta que muitos pais e pastores estão propagando inconscientemente essa forma egoísta de cristianismo. Ela afirma que essa fé “impostora” é uma razão pela qual os adolescentes abandonam as igrejas.

“Se este é o Deus que eles estão vendo na igreja, então estão certos em querer nos abandonar”, diz Dean. “As igrejas não dão motivos suficientes para eles se sentirem motivados.”

Características comuns dos jovens apaixonados pelo que fazem
Dean tirou suas conclusões no que ela chama de um dos verões mais deprimentes de sua vida. Ela entrevistou adolescentes sobre sua fé depois de ajudar a realizar uma pesquisa para o controverso “Estudo Nacional da Juventude e Religião”.

Este estudo, que incluiu entrevistas feitas em profundidade com pelo menos 3.300 adolescentes americanos entre 13 e 17 anos, concluiu que a maioria dos adolescentes que afirmavam ser cristãos eram indiferentes sobre sua fé e não se envolviam com ela.

O estudo incluiu cristãos de todas as classes – desde católicos até evangélicos, de denominações conservadoras e também das mais liberais. Os números finais indicam que embora 3 em cada 4 adolescentes americanos (75%) se declarem cristãos, menos da metade pratica sua fé, apenas metade a considera importante e a maioria não consegue falar de maneira coerente sobre suas crenças.

Muitos adolescentes pensam que Deus quer apenas que eles se sintam bem e que façam o bem – algo que os pesquisadores chamaram de “deísmo moralista-terapêutico”.

Alguns críticos disseram à pastora Kenda Dean que a maioria dos adolescentes não consegue falar coerentemente sobre qualquer assunto profundo, mas ela argumenta que existem estudos em abundância mostrando que isso não é verdade.

“Eles têm muito a dizer. Eles podem falar sobre dinheiro, sexo e suas relações familiares com detalhes. A maioria das pessoas que trabalha com adolescentes sabe que eles não são naturalmente desarticulados”, afirma Dean.

Em Almost Christian, Dean fala com os adolescentes que são envolvidos com sua fé. A maioria vem de igrejas mórmons e evangélicas, que tendem a realizar um trabalho melhor no sentido de gerar nos adolescentes uma paixão pela religião.

A escritora disse que adolescentes cristãos comprometidos compartilham 4 características, não importando suas origens: eles têm uma experiência pessoal com Deus, um envolvimento profundo com uma comunidade espiritual, um senso de propósito e um senso de esperança quanto ao futuro.

“Existem incontáveis estudos que mostram que adolescentes religiosos têm melhores notas na escola, têm relações melhores com os pais e se envolvem menos em comportamentos de alto risco. Eles fazem um monte de coisas pelas quais os pais oram”, escreve ela.

Dean é uma pastora ordenada pela Igreja Metodista Unida e que diz que os pais são a influência mais importante na fé dos filhos. Por isso, coloca sobre os adultos a responsabilidade maior pela apatia religiosa dos adolescentes.

Alguns adultos não esperam muito dos pastores e líderes de jovens. Os pais simplesmente esperam que os pastores mantenham os jovens longe das drogas e do sexo antes do casamento. Outros ensinam um “evangelho legal”, no qual a fé consiste simplesmente em fazer o bem e não machucar os outros. Não se ouve sobre o chamado cristão para correr riscos, testemunhar e se sacrificar pelos outros, conclui Dean.

“Se os adolescentes carecem dessa articulação da fé, possivelmente é porque a fé que mostramos a eles é muito fraca para merecer mérito durante a conversa”, escreveu Dean, com a autoridade de quem é professora de Juventude e Cultura Eclesiástica no Seminário Teológico de Princeton.

Mais adolescentes podem estar se desviando do cristianismo convencional, mas seu desejo de ajudar os outros não diminuiu, afirma Barbara A. Lewis, autora de The Teen Guide to Global Action [Guia dos Adolescentes para Ação Global]. Ela diz que Dean está certa – muitos adolescentes estão adotando uma crença distorcida sobre quem é Deus.

No entanto, houve uma “explosão” no envolvimento dos jovens desde 1995, o que Lewis atribui a mais escolas enfatizando a necessidade de serviço comunitário. Adolescentes menos religiosos não são automaticamente menos compassivos, afirma.“Vejo um aumento na paixão dos jovens para fazer deste mundo um lugar melhor. Muitos jovens estão buscando a solução dos problemas. Eles não estão esperando pelos adultos”, conclui Lewis.

O que os adolescentes dizem sobre seus colegas.
Elizabeth Corrie encontra alguns desses adolescentes idealistas em todos os verões. Ela adotou o desafio central do livro de Lewis: incutir a paixão religiosa nos adolescentes.

Corrie, que já foi professora de religião do ensino médio, hoje dirige um programa chamado YTI – Youth Theological Initiative [Iniciativa Teológica da Juventude] da Universidade de Emory, na Geórgia.

O YTI funciona como um curso rápido de treinamento teológico para os adolescentes. Pelo menos 36 estudantes do ensino médio de todo o país reúnem-se para três semanas de formação cristã. Eles adoram a Deus juntos, visitam diferentes comunidades religiosas e participam de projetos comunitários.

Corrie diz que não há escassez de adolescentes que desejam ser inspirados e fazer deste um mundo melhor. Mas o cristianismo que alguns aprenderam não os inspira “a mudar alguma coisa que não está funcionando no mundo”.

“Adolescentes querem ser desafiados; eles querem que suas perguntas difíceis sejam levadas em consideração. Achamos que eles querem bolo, mas eles realmente desejam bife com batatas fritas, e nós continuamos a lhes dar bolo”, acredita Corrie.

Estudante de uma escola em Atlanta, David Wheaton diz que muitos de seus colegas não estão motivados com o cristianismo porque não conseguem ver o retorno disso. ”Se eles não conseguem ver benefícios imediatos, acabam se mantendo longe. Eles não querem fazer sacrifícios”, afirma.

Como pais radicais instigam a paixão religiosa em seus filhos
Não são apenas os pais, as igrejas também compartilham a culpa pela apatia religiosa dos adolescentes, afirma a professora Corrie.

Ela diz que os pastores muitas vezes pregam uma mensagem de segurança que pode atrair um número maior de fiéis. O resultado: mais pessoas bocejando nos bancos. ”Se a sua igreja não consegue sobreviver sem um certo número de membros comprometidos, você acaba não querendo pregar uma mensagem que possa irritar as pessoas. Todo mundo vai concordar se você apenas disser que devemos ser bons e que Deus recompensa os que são bons”, conclui Corrie.

Parafraseando a autora de Almost Christian, Corrie enfatiza que o evangelho da gentileza não consegue ensinar os adolescentes a enfrentar uma tragédia.

“Não consegue suportar o peso de questões mais profundas: Por que meus pais estão se divorciando? Por que meu melhor amigo cometeu suicídio? Por que, nesta economia, eu não consigo o emprego bom que me foi prometido se fosse um criança estudiosa?”

O que um pai pode fazer então? “Seja radical”, responde Dean.

Ela diz que os pais que fazem algum ato radical de fé na frente de seus filhos transmitem mais do que um grande número de sermões e viagens missionárias.

Um ato radical de fé poderia envolver algo simples como passar um verão na Bolívia trabalhando em um projeto de renovação agrícola ou recusar uma oferta de emprego mais lucrativa para ficar em uma igreja que está passando por lutas, aponta Dean.

Mas não é suficiente ser radical – os pais devem explicar que “esse é o modo como cristãos vivem”. ”Se você não disser que está fazendo isso por causa de sua fé, seus filhos dirão que os pais são realmente pessoas legais. Não se entende que a fé deveria fazer você viver de forma diferente, a menos que os pais ajudem os filhos a perceber isso”, diz Dean.

“Eles me ligaram quando eu estava sem opções”

Anne Havard, uma adolescente de Atlanta, pode ser considerada radical. Uma jovem cuja fé parece estar incendiada. Ela participou do programa da universidade Emory. Hoje, fica emocionada quando fala sobre a possibilidade de ensinar teologia futuramente e cita estudiosos de peso, como o teólogo Karl Barth.
Ela está tão entusiasmada com sua fé que, após ouvir uma questão, dispara uma resposta de 5 minutos antes de parar e rir: “Desculpe, já falei demais”.

Havard diz que sua fé tem sido alimentada pelo que Dean chama em Almost Christian “uma comunidade de fé relevante”.

Em 2006, o pai de Havard foi vítima de uma forma rara de câncer. Em seguida, perdeu uma das suas melhores amigas – uma jovem na flor da vida - também para o câncer. Foi aí que sua igreja e seu pastor entraram em cena. Segundo ela: ”eles me ligaram quando eu estava sem opções”.

Quando questionada sobre como sua fé se manteve após perder o pai e sua amiga, Havard não ficou procurando palavras como alguns dos adolescentes em Almost Christian.

Ela diz que Deus falou mais quando se sentiu sozinha – como Jesus deve ter se sentido na cruz. “Quando Jesus estava na cruz clamando: ‘Meu Deus, por que me abandonaste”?’ Jesus era parte de Deus”, diz ela. “Então, Deus sabe o que significa duvidar. Está tudo bem passar em uma tempestade, ter dúvidas, porque Deus também estava lá”.

Traduzido pela Agência Pavanews do artigo original da CNN.
Fonte: Pavablog

quinta-feira, 24 de março de 2011

Festa do Calouro



No próximo sábado (26/07)tem a tradicional Festa do Calouro promovida pela UMP. A UPA que não é boba, já confirmou presença! Vários adolescentes estarão ajudando, e lembramos que a festa também é para os embriões do Coluni.

No domingo (27/03) também teremos um momento especial no culto para receber os calouros das diversas universidades da cidade, do Coluni e demais novatos na cidade. Contamos com sua presença!
D2011

quarta-feira, 23 de março de 2011

Correr atrás do vento



A reflexão do rei Salomão (960 a.C.)
Contudo, quando avaliei tudo o que as minhas mãos haviam feito e o trabalho que eu tanto me esforçara para realizar, percebi que tudo foi inútil, foi correr atrás do vento; não há qualquer proveito no que se faz debaixo do sol.

segunda-feira, 21 de março de 2011

O deus errado


Para muitas pessoas, a consciência é quase tudo o que elas têm como via de acesso para o conhecimento de Deus. Essa voz mansa que as faz sentirem-se culpadas e infelizes, antes, durante e depois de praticar o mal... Mas transformar a consciência em Deus é uma atitude altamente perigosa. A consciência não pode, de modo algum, ser considerada como um guia infalível.
A consciência pode ser facilmente desenvolvida, ignorada ou pervertida pelo indivíduo. Mesmo admitindo-se que toda pessoa normal tem um senso moral latente pelo qual pode distinguir o certo e o errado, o desenvolvimento, a estagnação ou a perversão desse senso depende, em grande parte, da educação e da propaganda.
Sem Deus ninguém tem autoridade para defender suas próprias idéias sobre o que considera certo, além de seu próprio senso moral. Não havendo um Deus através do qual o “certo” e o “errado” possam ser avaliados de modo fidedigno, os juízos morais serão apenas meras opiniões que poderão estar influenciadas pela educação e propaganda.
Seu Deus é pequeno demais (J. B. Phillips)

sexta-feira, 18 de março de 2011

Semana de Oração

No Pinheiral, às 6 da manhã
21 a 26 de março de 2011
Olá Irmãos:

Oraremos especialmente na semana que vem, de 21 a 26 de março, de segunda a sábado, bem cedinho, no Pinheiral da UFV.

A Igreja Presbiteriana de Viçosa cultiva este hábito há quase 50 anos. Pelo menos duas vezes por ano, seus membros e congregados são convocados a participar desta Semana de Oração.

Este local, na área da Universidade Federal de Viçosa, é arborizado, às margens de uma antiga represa. Alguns vão de bicicleta, outros de carro e outros a pé, para orar com unanimidade. O local tem um grande valor afetivo para a igreja, pois antes mesmo de ser oficialmente organizada, um grupo de estudantes universitários se reunia ali para orar a Deus nas mediações do nome de Jesus, em busca da orientação e do poder do Espírito Santo.

O tema desta semana é A missão que move a oração. Cada dia, ouviremos uma pequena mensagem e oraremos em grupo por motivos da missão da igreja no mundo.

Conto com a sua preciosa presença.

Um abraço, Jony Almeida
Pastor da Igreja Prebiteriana de Viçosa

quinta-feira, 17 de março de 2011

É necessário que ele cresça e que eu diminua



Lembrando do testemunho e do exemplo de João Batista:

Eles se dirigiram a João e lhe disseram: "Mestre, aquele homem que estava contigo no outro lado do Jordão, do qual testemunhaste, está batizando, e todos estão se dirigindo a ele".
A isso João respondeu: "Uma pessoa só pode receber o que lhe é dado do céu.
Vocês mesmos são testemunhas de que eu disse: Eu não sou o Cristo, mas sou aquele que foi enviado adiante dele.
A noiva pertence ao noivo. O amigo que presta serviço ao noivo e que o atende e o ouve, enche-se de alegria quando ouve a voz do noivo. Esta é a minha alegria, que agora se completa.
É necessário que ele cresça e que eu diminua."Aquele que vem do alto está acima de todos; aquele que é da terra pertence à terra e fala como quem é da terra. Aquele que vem do céu está acima de todos.
Ele testifica o que tem visto e ouvido, mas ninguém aceita o seu testemunho.
Aquele que o aceita confirma que Deus é verdadeiro.
Pois aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, porque ele dá o Espírito sem limitações.
O Pai ama o Filho e entregou tudo em suas mãos.
Quem crê no Filho tem a vida eterna; já quem rejeita o Filho não verá a vida, mas a ira de Deus permanece sobre ele".
João 3:26-36

terça-feira, 15 de março de 2011

A oração do Pai Nosso na teologia relacional

Pai nosso que estás nos céus, esvaziado seja teu nome. Venha talvez o teu reino, seja feita talvez a tua vontade, quem sabe na terra como às vezes é feita no céu.

O pão nosso de cada dia nos dá hoje. Surpresa! Nós todos queríamos bolo ao invés do pão. E perdoa as nossas dívidas sem expiação, assim como nós perdoamos teus jogos e a tua especulação.

E procure não nos deixar cair em tentação, mas livra-nos do mal como era a tua suposição. Pois teu pode ser o reino e algum poder e grande parte da tua glória, por hoje, visto que não sabes o que será o amanhã. Amém.

Amado leitor [a], você concorda com esta oração?

Fonte: Revista Fides Reformata IX, Nº 2 (2004).

Pr Marcello de Oliveira

Publicado originalmente em A Supremacia das Escrituras

sexta-feira, 11 de março de 2011

Rumores de Outro Mundo

Palestra de Philip Yancey sobre seu livro Rumores de Outro Mundo, acerca dos diversos indícios de que existe algo mais do que simplesmente esta realidade material, e que podemos chamar esse algo mais de Deus.


parte 1


parte 2


parte 3


parte 4

quarta-feira, 9 de março de 2011

Você não é super, nem herói


O que Paulo descobriu sobre ele mesmo:
Mas ele me disse: "Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza". Portanto, eu me gloriarei ainda mais alegremente em minhas fraquezas, para que o poder de Cristo repouse em mim.
Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.

quinta-feira, 3 de março de 2011

UPA 24 HORAS

Hei galera! Como o próximo sábado (05/03) será feriado de carnaval, nós faremos uma programação especial, que vai começar na sexta-feira (04/03) às 18hs e vai até as 18hs do dia seguinte (sábado). Para isso precisamos que cada um contribua com R$10,00, pois faremos três refeições juntos! O ‘sabdath’ da UPA será na casa dos James. Imperdível! :D

O que levar?
Bíblia, caderno e lápis.
Colchonete ou saco de dormir.
Roupa de cama e travesseiro.
Pijama e material para higiene pessoal.
Jogos.

Atividades
Teremos momentos de louvor, reflexão bíblica, culinária, jogos, bate-papo e ‘não fazer nada’.

Qualquer dúvida procure a diretoria ou o Pedro Paulo.

Carona 17h45 a 18h00 na frente da IPV.

D2011

terça-feira, 1 de março de 2011

Deus Existe - Comercial da Macedônia (Albert Einstein)




Comercial muito bem feito que explica como Deus existe. Feito pelo ministério da educação e ciência da República da Macedônia.